quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Bons fluidos para iniciar o ano novo - Matéria do jornal Diario de Pernambuco 28/12/2014


Bons fluidos para iniciar o ano novo

Banhos a base de ervas têm o poder de trazer equilíbrio espiritual, segundo religiosos. Por isso, o ritual atrai mais pessoas nessa época

Lenne Ferreira

O poder das ervas estimula pesquisas e a produção de medicamentos que deram origem a um mercado fitoterápico em constante ascensão. Prática milenar, o manuseio de raízes, cascas de caules, folhas e sementes também inspira cultos religiosos que fazem da natureza a fonte de energia para purificar e restabelecer a paz interior. Na jurema, religião de matriz indígena, banhos à base de ervas sintetizam a busca do equilíbrio espiritual e atraem até pessoas que não são adeptas do culto, principalmente nesta época do ano.

Independentemente de datas, banhar-se com a essência das plantas virou rotina na vida do bailarino Paulo Queiroz, 28 anos. Residente em Peixinhos, Olinda, o jovem não tem religião, mas acredita na força dos elementos botânicos para atrair bons fluidos. “Toda vez que vou fazer algo importante, tomo um banho específico para abrir os caminhos”. Além disso, ele faz questão de iniciar a semana com uma boa efusão de plantas, “para se proteger das vibrações negativas”.

Historiador e sacerdote juremeiro, Alexandre L’Omi L’Odò é estudioso do tema e explica que o efeito dos banhos independe da religiosidade de quem os toma. “A tradição dos banhos com ervas é algo muito antigo, presente em diversas civilizações que tentaram liberar a força energética das plantas em favor do homem”, discorre. Ele costuma atender católicos, espíritas e até ateus.
Segundo L’Omi, as ervas possuem características próprias que, quando usadas corretamente, liberam energias diferentes. Por isso, sacerdotes da jurema ou das religiões de matriz africanas e erveiros seriam os únicos aptos a preparar as porções. “Os saberes ancestrais dos indígenas e dos africanos estão bem preservados nos terreiros. Uma infuso errada pode ser venenosa ou nociva para o destino de uma pessoa”, garante.

Os banhos podem ser utilizados para fins diversos: limpeza espiritual, conforto mental, tratamento de saúde e para abrir caminhos. “Sinto um efeito positivo na minha vida. É como se tirasse um peso das minhas costas, meus pensamentos ficam livres”, descreve Paulo, que já está com sua receita pronta para a virada do ano.


Os segredos para atrair sorte e fortuna


Nos terreiros de candomblé, outras práticas comuns na religião também atraem pessoas de credos diversos nesta época do ano. Segundo Mãe Lu, do terreiro Ilé Iyemojá Ògúnté, em Água Fria, alguns procedimentos para começar o ano bem podem ser adotados. O ebó de abrir o caminho (ofertado a Orixalá), por exemplo, é um dos mais requisitados. “É só cozinhar arroz ou milho branco e colocar ibi, mel e folhas de corana crua”, ensina. Com a receita pronta, a panela deve ser levada até a cabeça para que a pessoa faça os pedidos.

Mãe Lu acredita que o mês de dezembro deixa as pessoas mais reflexivas, sem tantos preconceitos. “Embora a intolerância religiosa exista e seja muito forte, há evangélicos que nos procuram em busca de banhos. As pessoas precisam entender que nós cultuamos a natureza e qualquer um pode ter fé em seus elementos”. Ela conta que gente de fora da religião pede para participar dos cultos que abrem o ano no terreiro. “No ano passado, recebemos três famílias”.

Outra receita simples e orientada por Mãe Lu e que serve para atrair sorte e fortuna, desejos do bem comuns nesta época, é produzida com dez quiabos, três maças, cinco moedas correntes e mel. É só arrumar todos juntos em uma tigela, colocar em local visível da casa e deixar até os quiabos apodrecerem. Eles devem ser arrumados com a ponta para cima. O quiabo vai sugar toda energia ruim do ambiente. “O mais importante é acreditar. Tem que ter fé e esperar o melhor. Esse é o maior segredo”.

>Receita

Para a virada do ano

Alexandre L’Omi L’Odò ensina receita para atrair paz, dinheiro e prosperidade, além de fortalecer o espírito contra ao males universais.
Ervas (facilmente encontradas no Mercado de São José)

·         Folha de Abre-caminho
·         Folha de Botão de Ouro
·         Folha de Macassá

MODO DE PREPARO

Macerar tudo em uma bacia ou balde até extrair o sumo sagrado das plantas. Depois acrescentar perfume de alfazema, mistura e toma a partir da cabeça no dia 31, antes da virada do ano.

+Saiba Mais

Ervas mais utilizadas pelos juremeiros para o preparo de banhos

Folha de erva-doce
·         Espanta espíritos maléficos

Liamba Branca
·         Para limpeza espiritual

Folha de Canela
·         Para prosperidade financeira

Manjericão Miúdo
·         Paz mental

____________________________________ 
Diario de Pernambuco – Local, A4. 28/12/2014. Domingo. Publico aqui esta matéria importante e respeitosa sobre a tradição dos banhos de ervas. A jornalista Lanne Ferreira está de parabéns pela bela matéria e pelo bom senso do texto. Estou atualizando muito pouco este blog devido as atividades no facebook. Mas voltarei a fazer deste espaço um campo de debates importantes. Salve a fumaça!


Alexandre L’Omi L’Odò
Quilombo Cultural Malunguinho

Vídeos Negros nossos!!

Loading...

Quilombo Cultural Malunguinho

Quilombo Cultural Malunguinho
Entidade cultural da resistência negra pernambucana, luta e educação através da religião negra e indígena e da cultura afro-brasileira!