domingo, 8 de fevereiro de 2015

Noite dos Tambores Silenciosos de Olinda Homenageia o Grande Pai Edu

Pai Edu. Foto: Acervo Palácio de Iemanjá.

Noite dos Tambores Silenciosos de Olinda Homenageia o Grande Pai Edu

As atividades ligadas a tradição de matriz africana e indígena devem ser propagadas por nós povo de terreiro. Afinal, se a mídia não nos valoriza, temos que divulgar pra que mais e mais pessoas tenham acesso a nossas relevantes ações. 

Pai Edu, histórico sacerdote da tradição da Jurema e do Nagô, será merecidamente homenageado pela Noite dos Tambores Silenciosos de Olinda. Ato pelo qual toda comunidade de terreiro deve se orgulhar, pois ele, nas décadas de 1960 à 1990 foi um dos mais importantes vetores políticos de nossa religião. Afinal, ele com muito carisma, inteligência e saber, fazia no passado as maiores procissões já vistas em Pernambuco. Maiores passeatas do que vemos hoje...  Mesmo sem ter acesso a comunicação como hoje. 

Construiu um dos terreiro mais belos (visualmente) de Pernambuco. E contribuiu muito no processo da luta pela liberdade de expressão do povo de terreiro, ajudando na construção de leis que muito nos beneficiaram historicamente.  

Uma estrela de grande coração...  homem que materializava a força de Iyemojá, e que deu nome de Palácio à casa de Zé Pilintra,  seu eterno Mestre. 

Publicou cinco livros com a temática de terreiro. Entre eles o importante Zé Pilintra e Eu, auto-biografia dele e do Mestre. Texto inédito ao seu tempo.

Polêmico, fez muitas adaptações à tradição de terreiro... recriando a forma da fé pernambucana. Teve até dissertação de mestrado feita em seu Palácio - "Candomblé a Dança da Vida". 

Nada mais justo que os maracatus dobrem o couro para este grande guerreiro, que nos deixou há alguns anos. Partiu levando consigo o sentimento de missão cumprida na luta pelo povo negro e de terreiro. 

Axé. Axexe mojubá. Kolofé. Pateó fun oooooo!!! 

*A Noite dos Tambores Silenciosos de Olinda acontece nesta segunda feira dia 09/02/2015 a partir das 20h no Pátio da Igreja do Rosário dos Homens Pretos em Olinda.

Quase em frente a sede do Homem da Meia Noite - Amparo. 

Alexandre L'Omi L'Odò​
Historiador e Mestrando em Ciências da Religião
Quilombo Cultural Malunguinho
alexandrelomilodo@gmail.com

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

II Encontro de Juremeiros e Juremeiras em Alhandra


II Encontro de Juremeiros e Juremeiras em Alhandra

Dia 08 de Março de 2015 às 10h
Nas terras do Acaes, Alhandra/PB

O segundo encontro de juremeiros e juremeiras em Alhandra tem como objetivo, levar religiosos de diversos lugares para celebrar a ciência mestra em um dos lugares mais importantes na história da Jurema Sagrada, o Acaes/PB.

Dando continuidade ao primeiro encontro, realizado pelo Quilombo Cultural Malunguinho, a Sociedade Yorubana e outros parceiros em 2008... Sete anos depois, o QCM pretende propiciar mais um momento de grande união em torno do culto aos Senhores Mestres, que tem no mês de Março, seu mês de festas em Pernambuco. Celebrando assim, também a memória da grande Maria do Acaes, mestra lendária de nossa tradição.

Este encontro servirá para além de nos comunicarmos com as forças maiores da Jurema, e conhecermos o espaço sagrado onde outrora foi centro de grande culto ancestral de matriz indígena, o ato, também servirá para nos fortalecermos enquanto povo, que existe fortemente no Nordeste do Brasil, criando uma possibilidade de encontro inter-estadual, para nos aproximarmos mais uns do outros, para discutirmos pautas políticas, que se fazem necessárias.

Informações Gerais

Saída dos ônibus
07h em frente ao Memorial Zumbi dos Palmares, no Pátio do Carmo, centro do Recife/PE.

Valor da passagem: R$: 35

Para comprar os bilhetes:
Ligue para: 81 8302-2628 (Oi) / 8887-1496 (Oi) / 9525-7119 (TIM)
Maria Betânia é a responsável por vender os bilhetes

Roteiro:

10h - Chegaremos no Acaes e realizaremos uma grande gira de culto à Jurema Sagrada (atrás da Igrejinha do Acaes) – Podem levar ilús, maracás e irem vestidos com roupas tradicionais.

Haverá falas políticas e históricas.

13h - Almoço – Faremos uma parada no Restaurante Teto Verde em Alhandra. Valor da comida, entorno de R$: 12.  Cada pessoa paga o seu.

14h e 30min - Após o almoço, visita à casa da Mestra Jardecilha para celebração às árvores sagradas

16h e 30min – Parada no Memorial Zezinho do Acaes

17h – Retorno à Recife/PE

Realização: Quilombo Cultural Malunguinho, Rede Nacional do Povo da Jurema e Casa da Mestra Jardecilha.

Produção: Alexandre L’Omi L’Odò – L’Omi L’Odò Produções – Pesquisas e Consultorias.

Apoio: Bojo da Macaíba, Ilé Iyemojá Ògúnté, Casa das Matas do Reis Malunguinho, Senzala, Bojo da Macaíba.


Alexandre L’Omi L’Odò
Quilombo Cultural Malunguinho

Vídeos Negros nossos!!

Loading...

Quilombo Cultural Malunguinho

Quilombo Cultural Malunguinho
Entidade cultural da resistência negra pernambucana, luta e educação através da religião negra e indígena e da cultura afro-brasileira!