domingo, 28 de fevereiro de 2010

Coco no Quintal, uma temporada inperdível no Quintal do Lima!


Será imperdível esta temporada de shows do Adiel Luna e Coco Camarás e convidados no Quintal do Lima!
O coco vai ter em 2010 seu lugar no cenário de shows locais lá no Quintal, com muita gente boa. Confiram a programação no cartaz digital.

O Mestre Galo Preto fará sua participação especial no dia 20/03/2010, será um momento inesquecível, onde ele apresentará novos cocos compostos por ele nesta última semana.
Vai ser de roda o coco!

Alexandre L'Omi L'Odò.
Produção do Mestre Galo Preto.

81 8887-1496

alexandrelomilodo@gmail.com

sábado, 27 de fevereiro de 2010

Mestre Galo Preto no Jornal O Estado de São Paulo

Mestre Galo Preto no Jornal O Estado de São Paulo de 18 de Fevereiro de 2010

Um caldeirão de grandes novidades


Em quatro noites, o REC BEAT abriu sua diversificada vitrine, com rock intrumental do Acre e da Bélgica, Coco, dub e flamenco.

Lauro Lisboa Garcia, RECIFE

Diz a língua do povo que tem caráter de novo tudo aquilo que a gente não conhece. É novidade para quem vê de fora, portanto, desde o rock experimental da dupla belga Madensuyu e o "índio" rock da banda acreana Caldo de Piaba, até o trabalho de um veterano do coco, o arrebatador Mestre Galo Preto, e bandas de rock instrumental da capital pernambucana. Essas foram algumas das incríveis revelações da 15ª edição do Festival Rec-Beat, que acontece no meio do Carnaval Multicultural do Recife.

Além do mais, nos intervalos entre os shows, o DJ Patrick TOR4 engrossava o caldo com uma infinidade de sons diferentes e contagiantes de toda parte do planeta, misturando kuduro angolano, afrobeat, tecnobrega, música dos Bálcãs, até clássicos tropicalistas, frevos carnavalescos e novidades nacionais, como a BaianaSystem, e latino-americanas. De ofertas adicionais, vale destacar os sensacionais vídeos criados pela VJ Milena Sá, que marca presença há quatro anos no Rec-Beat, com minucioso trabalho de pesquisa e tratamento de imagens, em sincronia com o estilo de cada banda.

A festa terminou ontem de madrugada com a retumbante união de duas bandas de Olinda, Eddie e Orquestra Contemporânea de Olinda. O caldeirão diversificado do festival teve muito mais para confirmar sua importância. Deixaram sua marca artistas mais conhecidos no, digamos, circuito alternativo do eixo Rio-São Paulo, como Lucas Santtana, Renegado, Cidadão Instigado, Céu e Stela Campos, além da Eddie.

Nem tudo foi de agrado geral, mas todos os riscos foram válidos. O projeto eletrônico dos argentinos King Coya + La Yegros foi o que menos empolgou público e imprensa. A banda pernambucana Volver, bastante popular por aqui, arrebatou os fãs, mas é artisticamente fraca, falta personalidade. Bem encaminhado, Zé Manoel é um potencial talento a se desenvolver. Na ponta oposta, Céu já parece mais um ponto brilhante no star system, tanto pela popularidade como pelos equívocos de comportamento que envolvem celebridades. Uma das atrações de maior público no festival, ela caiu nas graças da multidão.

No entanto, soou vagarosa demais depois da espetacular e fervorosa sequência do Madensuyu (que significa água mineral em turco) e da banda espanhola Ojos de Brujo. A dupla belga, que toca amanhã no Sesc Pompeia, fez talvez o melhor show do festival. É apenas guitarra e bateria, mas o resultado é tão estrondoso quanto o de uma superbanda. O rótulo de rock instrumental é simplista demais para explicar a arrojada sonoridade da dupla. É importante prestar atenção aos detalhes de composição e execução desse som, cheio de nuances por debaixo da intensa descarga de informação.

Os espanhóis trouxeram uma potente mescla de rumba catalã, hip-hop, ragga indiano, flamenco, dub, ska, música cigana e otras cositas más. Saíram consagrados, como os colombianos do Puerto Candelária, comprovando a força da latinidade entre o público pernambucano. Já os mexicanos do Cabezas de Cera, que tocam sábado no Sesc Pompeia, causaram estranhamento, com instrumentos exóticos e únicos e uma mistura caótica (no bom sentido) de música eletrônica contemporânea com jazz, ruídos, referências à tradição e atitude roqueira.

Em interessante contraste a isso tudo, o veterano Mestre Galo Preto deu um show de elegância, graça, simpatia e inteligência com seus fluentes e contagiantes cocos da fronteira de Pernambuco com Alagoas, só à base de voz e percussão, com muito improviso, sutileza e rimas ricas. Convidando o rapper Zé Brown, evidenciou a proximidade do hip-hop com a embolada e cantou até um tema que fez para uma campanha contra a aids e outro em defesa da diversidade sexual. Poesia pura.

*O repórter viajou a convite da organização do carnaval do Recife

Entre no linc do site do jornal:
http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20100218/not_imp512618,0.php

Alexandre L'Omi l'Odò

Produção do Mestre Galo Preto
81 8887-1496

alexandrelomilodo@gmail.com

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Mestre Galo Preto dá show no REC BEAT 2010.

Posto aqui matéria digitalizada do Caderno C do Jornal do Comércio de 18 de fevereiro de 2010, onde a Jornalista Eugânia Bezerra destaca o belo show que o Mestre Galo Preto fez no REC BEAT 2010.

Com todo seu talento pedagógico natural, o Mestre Galo Preto deu aula dos diversos tipos de coco, e agitou a galera com suas músicas antenadas no mundo contemporâneo.
foi um show memorvel, em breve postarei vídeos.

Alexandre L'Omi L'Odò.
Produção geral do Mestre Galo Preto
alexandrelomilodo@gmail.com
81 8887-1496

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Agenda Carnaval 2010 do Mestre Galo Preto.

Foto: Mariana Lima

Agenda 2010 Carnaval do Mestre Galo Preto

Dia 14/02- Pólo de Chão de Estrelas às 22h30. Show Mestre Galo preto + Zé Brown

Dia 14/02- REC BEAT 2010 às 20h.

19/02- Fechamento do Carnaval 2010 em Peixinhos às 16h.

Mestre Galo Preto 65 anos de coco!

Visite os sites:

www.myspace.com/mestregalopreto

www.nacaocultural.pe.gov.br/mestregalopreto

www.mestre-galo-preto.conexaovivo.com.br


Confira o que vai rolar no show:


Alexandre L'Omi L'Odò.
Contatos: 55 81 8887-1496 e 3244-2336

alexandrelomilodo@gmail.com

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Mestre Galo Preto e Zé Brown, uma parceria inevitável.

Foto: Mariana Lima

Mestre Galo Preto + Zé Brown = Música pernambucana de altíssima qualidade!

Uma união inevitável. Assim afirmo, pois já era tempo de um trabalho inovador e moderno surgir da parceria entre dois artistas ímpares.

De um lado, o Mestre Galo Preto, o Menestrel do coco brasileiro, o rei da embolada, um dos maiores representantes da cultura tradicional da rima e poesia de repente. Do outro, Zé Brown, um Raper de muita importância na história do Hip-Hop pernambucano, e o primeiro a misturar o seu gênero musical com o coco, a embolada, a cantoria de repente, o forró e outros rítmos nordestinos, sendo ele protagonista também de trabalhos sociais voltados a formação de jovens de sua comunidade (Alto José do Pinho- Recife) na arte do repente, rap, hip-hop e vida.

Depois de uma experiência extraordinária no Pré-AMP 2009, onde a produção do Mestre Galo Preto e o Tronco da Jurema convidou Zé Brown para uma participação especial em seu show, resultou no trabalho hoje em desenvolvimento e aperfeiçoamento entre os dois artistas. Ainda em outro momento, os dois cantores se encontraram no programa pernambucano Sopa de Auditório, do apresentador Roger de Renór, onde juntos cantaram e inprovisaram o coco "Aruvalhado" do Mestre Galo.

Vejam os vídeos com estes dois momentos:

Pré-AMP 2009- "Meu Veneno"


Programa Sopa de Auditório- "Aruvalhado"


Mestre Galo Preto + Zé Brown = Música pernambucana (Rap-Repente) de altíssima qualidade, sobre tudo porque além do laboratório entre as melodias do coco do agreste meridional pernambucano do Mestre Galo Preto, misturados ao Rap pesado e cheio de críticas sociais de Zé Brown, entram ainda os ritmos executados presencialmente pelos percussionistas Guga Santos, Alexandre L'Omi L'Odò e Sérgio Lisian, que usam todo repertório técnico dos cocos praieiros, sertanejos e brejeiros nordestinos, com vasta instrumentação misturadas ao som de um DJ.

Essa experiência inovadora, já era um pensamento antigo de Zé Brown, que já tentou realizar um trabalho semelhante com o coquista Zé Neguinho do Coco, que embora, não improvisasse e nem embolasse, canta coco pesado e de malcriação, trabalho este que ainda chegou a viajar o Brasil com shows, mas não puderam prosseguir por questões pessoais.

Neste carnaval Multicultural 2010 da Prefeitura do Recife, o trabalho destes dois grandes representantes da música pernambucana teve incentivo e aprovação, sendo selecionado para realizar um show inaugural no pólo de Chão de Estrelas, no Recife, sendo prescedido pelo show da banda Nação Zumbi que abrirá as portas para apresentação.

Programa Sopa de Auditório. Foto: Autoria Desconhecida, Edição: Alexandre L'Omi L'Odò.

Programação oficial do pólo de Chão de Estrelas, Carnaval Multicultural do Recife 2010:


19h- Orquestra do Maestro Duda
Passistas do Daruê Malungo
20h- Rhudia
21h- Nação Zumbi
22h e 30min- Mestre Galo Preto e Zé Brown
00h- Babassuê
1h e 30min- Orquestra Superpop

Visite os Sites

www.myspace.com/mestregalopreto
e
www.myspace.com/repentistazebrown

Alexandre L'Omi L'Odò.
Produção do Mestre Galo Preto
contato:
81 8887-1496
alexandrelomilodo@gmail.com

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Mestre Galo Preto no REC BEAT 2010


Mestre Galo Preto na programação oficial do REC BEAT 2010.

Tendo recentemente sido selecional entre mais de 800 bandas e grupos de todo Brasil no Conexão VIVO Circuito OFF Feira da Música, o Mestre Galo Preto é convidado oficialemnte para fazer parte do evento mais alternativo e voltado para a música independente nacional, o REC BEAT.

Sendo "novidade no calendrio do carnaval do Recife", como mesmo colocou o produtor do evento, o Gutie, o Mestre Galo Preto promete levar o mais puro coco de sua tradição, o coco da área do agreste meridional pernambucano, o coco do quilombo de Santa Izabel de Bom Conselho de Papa Caças, localidade onde nasceu o artista. Com participações especiais como a de Zé Brown, que está dando luz a um novo projeto musical com o Mestre Galo, misturando o Rap e o Hip-Hop com o Coco de Embolada, o Coco Praieiro, Beijeiro e Sertanejo, e a cantoria pernambucana, além do tempero rítmico percussivo deste imaginário cultural.

Previsto para começar as 20h, o show será logo após a apresentação do Grupo vencedor do PRE-AMP 2010, a banda, Adiel Luna e Coco Camarás, que convidou o Mestre Galo Preto para dar uma canjinha no show deles, já que os gêneros musicais são parecidos e o grupo todo se diz ser fã do trabalho artístico e da criatividade poética do Mestre.

Contamos com sua presença, pontualmente no horário, neste evento que muda o tom do carnaval multicultural de Pernambuco.

Foto: Alexandre L'Omi L'Odò.

Serviço:
Show do
Mestre Galo Preto
Local: REC BEAT 2010, Paço Alfândega- Recife Antigo
Quanto: Gratis
Horario: 20h
Contatos: 81 8887-1496
alexandrelomilodo@gmail.com

Outros shows no Carnaval: Pólo de Chão de Estrelas
Mestre Galo Preto e Zé Brown
Data: 14/02/2010
Horário: 22h e 30min.

Alexandre L'Omi L'Odò
Produção do Mestre Galo Preto


Site: www.myspace.com/mestregalopreto

Vídeos Negros nossos!!

Loading...

Quilombo Cultural Malunguinho

Quilombo Cultural Malunguinho
Entidade cultural da resistência negra pernambucana, luta e educação através da religião negra e indígena e da cultura afro-brasileira!