segunda-feira, 3 de abril de 2017

Obrigado - Da série, poesias de L'Omi

OBRIGADO

Obrigado por acometer-me de grande amor
Obrigado por acordar-me com relâmpagos
Obrigado por construímos dores
Obrigado por conservarmos ardores
Obrigado por me ter tomado anos
Obrigado por ter visto os mundos comigo
Obrigado por se permitir amar
Obrigado por pular no abismo belo do sonho
Obrigado por mergulhar em suas dores
Obrigado por mergulhar em suas dores
Obrigado por conceder teu sossego e amor
Obrigado por menstruar nossa vida
Obrigado por ser forte e digna de admiração
Obrigado por ter me dado amor de verdade
Obrigado por ter me despertado profundo amor
Obrigado por ter me ensinado a pensar sobre
Obrigado por ter me dado teu sabor
Obrigado no que de mais belo tem o axé
Obrigado por ter me dito verdades
Obrigado por ter me batido com ódio
Obrigado por não enxergar-me
Obrigado por não teres esperado
Obrigado por me dares um filho que nunca tive
Obrigado por ter ocupado com beleza minha casa
Obrigado por me morderes e me dar voadoras
Obrigado por ter chorado em minha cama
Obrigado por ter me ajudado em algumas coisas
Obrigado por me ouvir e ter seguido algumas orientações
Obrigado por ter se dado e me dado prazer no dia da morte
Obrigado por ter me beijado no carro de João naquele dia
Obrigado por ter me feito dormir horas
Obrigado pelos livros
Obrigado pelas andadas até aqui
Obrigado por você ter ternura
Obrigado por você ser tão irracional
Obrigado por você me querer como objeto
Obrigado por me amar plenamente
Obrigado por ter sido amada por mim de verdade
Obrigado por ser bi
Obrigado por me entender por ser bi
Obrigado por construir seu mundo com força
Obrigado por te ajudar naquilo que te fortalece
Obrigado por não teres tempo
Obrigado por sua juventude
Obrigado por sua alma
Obrigado pelas luzes que nasceram de nós
Obrigado pela entrega sábia e necessária
Obrigado pelo pulo em meus braços
Obrigado por me fazer feliz tantas vezes
Obrigado pelas toalhas molhadas em minha cama
Obrigado por ter feito da minha casa a sua
Obrigado por ter cegado e se emburrecido
Obrigado pelo que sou hoje
Obrigado pelas desculpas não ouvidas
Obrigado pelas traições
Obrigado pelo sexo gostosíssimo
Obrigado pela boa pegada no meu pau
Obrigado pelos orgasmos que te dei
Obrigado por Zé Pilintra
Obrigado pela pedra que levaste
Obrigado pelo carinho
Obrigado pelas macumbas
Obrigado por me fazer fluir
Obrigado por tudo que não foi
Obrigado por tudo que será
Obrigado pela segurança de nossa amizade
Obrigado por nos entendermos tão bem
Obrigado por apoiarmos a safadeza de ambos 
Obrigado pelas fotos
Obrigado pelo explorar de nosso sexo
Obrigado pelos ciúmes
Obrigado pelos não ciúmes
Obrigado por ter me feito esquecer Rita em partes
Obrigado por sermos tão íntimos
Obrigado por nos conhecermos de verdade
Obrigado por não me perdoar
Obrigado por me amar
Obrigado por falar mal de mim
Obrigado por não me respeitar
Obrigado pelo silêncio
Obrigado por ter me feito achar coisas
Obrigado por ter me esperado noites
Obrigado por ter feito escândalos
Obrigado por ter me enchido o saco
Obrigado por me ligar pra saber como eu estava
Obrigado por ter confiado em mim
Obrigado pelo que fizemos juntos
Obrigado pela energia doida
Obrigado por me guiar
Obrigado por me deixar chorar
Obrigado pelo simples ato do riso
Obrigado pelo que me fazes sentir ainda
Obrigado pelas lembranças que não cessam
Obrigado pelas lágrimas que ainda derramei
Obrigado pelas belezas que nascemos no nosso mundo perfeito e imperfeito
Obrigado pelo coração ferido e sofrido
Obrigado por me usar
Obrigado por extrair sem prazer de mim
Obrigado pelo seu sono enorme
Obrigado por tudo
Obrigado pelo hoje e pelo ontem
Obrigado pelo amanhã e pela nossa vida.

Axé e te respeito!

Para J.B.
17/12/2012.

Alexandre L’Omi L’Odò.
alexandrelomilodo@gmail.com 

Nenhum comentário:

Vídeos Negros nossos!!

Loading...

Quilombo Cultural Malunguinho

Quilombo Cultural Malunguinho
Entidade cultural da resistência negra pernambucana, luta e educação através da religião negra e indígena e da cultura afro-brasileira!