sexta-feira, 7 de outubro de 2016

O Kipupa Malunguinho e suas impressões sentimentais - Por Ekeji Cidinha de Iyewá de SP

Ekeji Cidinha de Iyewá de SP. Foto de Allan Luna. X Kipupa Malunguinho 2015.

O Kipupa Malunguinho e suas impressões sentimentais - Por Ekeji Cidinha de Iyewá de SP

Texto sobre o Kipupa por uma afilhada (💖) minha de SP. Ela é Ekeji e é de Iyewá. Seu nome é Cidinha, "kambona" de Malunguinho:

Aprendi que Kipupa é união, mas para mim é um pouco mais que isso.

Kipupa é sim união, união da devoção com emoção e da emoção com devoção... é o compasso marcado com os pés em um solo sagrado, é a poeira que levanta do chão e se mistura com a força da fumaça dissipando-se no ar... é a alegria do sorriso e o sorriso da alegria, é o abraço apertado de tantos que nem sei o nome mas me traz aconchego, é o olhar que me consola, é a mão que me afaga.

É o ritmo ditado pelas batidas do coração.... Kipupa é a união da força, fé, luta, satisfação, orgulho, resistência e persistência. Kipupa para mim são os momentos ímpares, únicos e singulares que em meus breves devaneios me reporto à outros lugares. É ficar parada observando e me deparar com lágrimas rolarem em meu rosto em um percurso finito e que tomada pelo momento em êxtase mergulho em um vôo livre até o infinito e de lá na fonte da existência, da sabedoria e essência volto renovada com as bençãos da ciência....

Kipupa tem um nome... Kipupa tem um líder... Kipupa tem um Reis... Que são muitos com a essência de um... E um com a essência de muitos... Esse é um dos mistérios da ciência que é guardado nas cidades da Jurema... Kipupa são os aromas diferentes que exalam dos cachimbos e se fundem com o aroma da mata que nos conforta, abriga e trata... Kipupa tem os segredos e encanto das folhas, das ervas, das flores e de todos os sabores.... No Kipupa podemos ver o suor derramado em um espaço abençoado... Kipupa é ver jovens, velhos e crianças seguindo o mesmo caminho tendo a mesma pisada que nos foi deixado pela ancestralidade mesmo dentro de outra realidade pisavam com determinação e vontade.

Kipupa para mim é a oportunidade do encontro do meu "eu" adormecido, esquecido e desconhecido... Que a cada ano se torna mais visível e esclarecido... Kipupa para mim ainda é cercado de muitos mistérios, muito senão e muita interrogação tudo dentro da emoção e consciência de que quem me traz aqui é a força da Ciência que só a Jurema tem.

Kipupa é ter que dizer adeus com tristeza... mas aguardando o próximo com certeza de poder estar novamente integrada com as pessoas, com as forças e com os mestres e mestras... Kipupa para mim é a soma da ancestralidade com a realidade que nos mostra com clareza a eternidade na constância de ser, fazer, gritar, falar, amar, lutar, persistir, resistir e exigir o respeito do que é nosso por direito...

Obrigado padrinho Alexandre por me permitir viver tudo isso. Sua bênção e a bênção de todas as forças que nos uniu.

Foto deAllan Lunaa. X Kipupa 2015.

Alexandre L'Omi L'Odò
Quilombo Cultural Malunguinho
alexandrelomilodo@gmail.com

Nenhum comentário:

Vídeos Negros nossos!!

Loading...

Quilombo Cultural Malunguinho

Quilombo Cultural Malunguinho
Entidade cultural da resistência negra pernambucana, luta e educação através da religião negra e indígena e da cultura afro-brasileira!