quinta-feira, 26 de abril de 2012

As Cotas Raciais nas Universidades foram aprovadas! Sobô Nirê!!!!

Imagem do momento do julgamento das Cotas no STF.

As Cotas Raciais nas Universidades foram aprovada! 
Sobô Nirê!!!!

Estou hoje em Brasília a cumprir uma agenda do Quilombo Cultural Malunguinho. Ontem 25/04/2012 pela manhã o céu da cidade bradou fortemente a voz de Xangô (os trovões). Ao acordar orei pedindo ao Orixá do fogo que fizesse justiça e nos desse a vitória no STF. Assim o foi... Estou aqui na 406 Norte a escrever estas linhas apenas para dizer que estou muito feliz e realizado com a aprovação das Cotas Raciais para Negros e Índios nas Universidades do Brasil.

Agradesço a Juerma Sagrada e a minha mãe Oxum a oportunidade de poder estar nesta terra junto ao professor José Jorge de Carvalho, um dos importantes militantes neste processo histórico de transformação dos paradigmas da sociedade brasileira, discutindo e comemorando esta vitória.

Salve Xangô. Salve a fumaça. Salve todos e todas. Salve os ancestrais. Salve os negros e índios que lutaram para que nesta data o Brasil desse um grande passo para a reparação etnico-racial tão esperada.

Sobô Nirê Malunguinho. Mais uma vitória para nosso povo.

Alexandre L'Omi L'Odò
Quilombo Cultural Malunguinho
alexandrelomilodo@gmail.com

2 comentários:

carlos tomaz disse...

Eu assiti a audiência na TV por assinatura, no sábado à noite, reprise. Vi a defesa contra do Movimnto Mestiço Pardo do Brasil. Uma defesa u ó. rsrsr. Ainda bem que o pensamento foi unanime 10 a 0 a favor. pelo STF rsrsrs.

André Silva do RJ. disse...

Pois é, a Kaufman foi humilhada com a pisa de 10 a zero na tese dela. isso significa que não valeu de nada o que ela e seu grupo pensou. Esta foi uma vitória histórica do pensamento negro sobre o pensamento dos brancos! O Brasil assim vai... Axé.

Vídeos Negros nossos!!

Loading...

Quilombo Cultural Malunguinho

Quilombo Cultural Malunguinho
Entidade cultural da resistência negra pernambucana, luta e educação através da religião negra e indígena e da cultura afro-brasileira!