segunda-feira, 1 de maio de 2017

Mãe Biliu de Manoel do Ororubá, uma pérola da Jurema Sagrada

Mãe Biliu de Manoel do Ororubá, juremeira de 102 anos (em 2008 nesta foto). Foto: Acervo do II Encontro da Rede de Mulheres de Terreiro de PE.

Mãe Biliu de Manoel do Ororubá, uma pérola da Jurema Sagrada

Um raro registro da grande juremeira Mãe Biliu de Manoel do Ororubá (seu caboclo e guia maior).Ela neste registro estava com 102 anos de idade e mais de 90 anos de Jurema.
Esta fotografia foi tirada no II Encontro de Mulheres de Terreiro de Pernambuco, provavelmente pelos idos de 2008.
Estive presente nessa homenagem que aconteceu no Nascedouro de Peixinhos, aqui no bairro onde moro. A querida militante Vera Baroni foi quem me mostrou o álbum deste lindo encontro. 
É emocionante ver tantas pessoas nas fotografias que não estão mais com a gente na caminhada da vida terrena... Sabemos que estas grandes mestras viraram estrelas de luz no "Alto da Jurema" e que nos guiam na luta. Contudo, sua ausência nos dói pela perda dos saberes de tantos anos acumulados e do convívio leve e gostoso de suas conversas e atos.
Nesse dia, todas e todos os presentes no evento bateram cabeça pra ela. Muitos mais velhos receberam seus Orixás no momento. Foi histórico. Só quem viveu este momento que sabe o tamanho da beleza que foi. Eu e Vera ontem conversamos muito sobre isso. Vendo fotos e lembrando de coisas lindas que aconteceram neste dia de união de nosso povo.
Esta foto é uma fotografia da própria fotografia do álbum. Seu autor original não sei quem foi. Nem Vera Lembra.
Quem quiser ver mais sobre Mãe Biliu assista o lindo documentário de Joanah Flor - A ciência dos Encantados: https://www.youtube.com/watch?v=6qGode84uKU&t=41s
Alexandre L'Omi L'Odò
Quilombo Cultural Malunguinho
alexandrelomilodo@gmail.com

Nenhum comentário:

Vídeos Negros nossos!!

Loading...

Quilombo Cultural Malunguinho

Quilombo Cultural Malunguinho
Entidade cultural da resistência negra pernambucana, luta e educação através da religião negra e indígena e da cultura afro-brasileira!