domingo, 16 de agosto de 2009

Mestre Galo Preto na Feira da Música 2009- Fortaleza, Ceará.

Foto: Mateus Sá/PE

O mais sofisticado coco brasileiro vai estar no palco principal da Feira da Música 2009. O show promete conquistar a crítica e a platéia com a genialidade e sagacidade dos 65 anos de coco do Mestre Galo Preto.

As culturas tradicionais estão no caminho certo. Agitar o mercado fonográfico e cultural brasileiro é uma perspectiva da produção do Mestre Galo Preto, que com visão e atitude trabalha para obter maior visibilidade na indústria musical nacional.

Cultura tradicional, popular, etnica ou mundial, tem valor estético e qualidade, tem cara, e forte condição de fundar seu próprio mercado no mundo, coisa que aos poucos vem sendo produzida em Pernambuco com seus Mestre e Mestras dos saberes fundadores da música local.

*Em agosto a Feira da Música chega à oitava edição

De 19 a 22 de agosto um dos principais eventos da música independente do país acontece em Fortaleza. Com o tema Música, Novas Tecnologias e Ambientes na Web, a Feira da Música chega à oitava edição consolidada, atraindo toda a cadeia produtiva da música, que encontra no evento uma importante ponte de acesso a novos mercados dentro e fora do país. A Feira da Música é uma realização da Associação dos Produtores de Discos do Ceará (PRODISC) em parceria com o Sebrae-Ce, numa promoção da Prefeitura de Fortaleza, patrocínio do Banco do Nordeste e BNDES, apoio cultural do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), e apoio institucional da Ministério da Cultura.

Com acesso gratuito em todas as atividades, a Feira da Música acontece no Centro de Negócios do Sebrae-Ce, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC), SESC SENAC Iracema, Centro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB) e Shopping Solidário Bom Mix. O Sebrae recebe a exposição da indústria de equipamentos, instrumentos e serviços. É lá também onde acontece o Encontro Internacional da Música, com oficinas, palestras, painéis, entre outras atividades.

Novidades nos espaços de shows

Nos espaços das apresentações artísticas, algumas novidades: Além do Palco Rogaciano Leite no espaço sob a passarela do CDMAC, que anualmente já abriga a programação Instrumental Nordeste, a Feira da Música leva para a Praça Verde do Dragão do Mar o palco Brasil Independente, com shows que vão do pop ao maracatu. Outra novidade é a programação no SESC SENAC Iracema, ao lado do CDMAC, para onde a Feira leva o palco Rock é Rock Mesmo.

Com exceção do Palco Mix Brasil, no Shopping Solidário Bom Mix, que terá programação somente na sexta e no sábado, 21 e 22, a partir das 19h30, nos outros espaços os shows acontecem de quinta a sábado, 20 a 22. No Palco da Diversidade, no CCBNB, a programação será do meio-dia às 19 horas. Terminando no BNB, começa o som nos outros palcos.

A Feira da Música é um grande espaço do mercado musical, com shows, rodada de negócios, oficinas, conferências, lançamentos, exposição da indústria de equipamentos, instrumentos e serviços, representando um importante pólo de discussão, divulgação e intercâmbio da produção musical, da indústria fonográfica e das mais diversas áreas que compõem a cadeia produtiva da música.

Encontro Internacional da Música

Um dos pontos altos da Feira, o Encontro Internacional da Música é espaço de discussão e formação nas mais diversas áreas com painéis, palestras, oficinas, aulas-espetáculos e workshops. Entre as atividades que vão marcar a programação do Encontro este ano, estão os painéis “Políticas Públicas para Música”, com Thiago Cury (SP); “Tecnologia e Indústrias Criativas”, com os representantes da Nokia Music Services, Adrian Harley e Cleiton Campos, do Terra Sonora – Portal Terra, Beni Goldenberg (SP), e da Imúsica – Idéias Net, Felippe Llerena (RJ); e “Gestão de Equipamentos Culturais”. Deste participam Pena Schmidt, do Auditório do Ibirapuera (SP), Maninha Morais, do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, e Henilton Menezes, do Centro Cultural Banco do Nordeste, ambos do Ceará.

Músicos que estarão nos palcos da Feira da Música também passam seus conhecimentos em aulas-espetáculos no Encontro. É o caso de Kaoll & Lanny Gordin (SP), do Octeto de Saxofones da Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (EMUFRN) e de Fabrício Conde (MG), com aula-espetáculo de viola caipira.

Também no Encontro, oficinas que anualmente atraem grande público, como a de Musicografia Braille, ministrada por Nilton Cunha (PE) e novas oficinas, como a de Rádio Web Livre, com Tiago Oliveira (RS) e Teatro: um instrumento musical, com Tuka Villa Lobos (DF) e Gito Sales (MG).

Outra novidade na programação do Encontro é o grupo de trabalho de Assessoria de Gestão para Artistas e Grupos Musicais. Nele serão abordados temas como “Estruturação e Planejamento” (com Alessandra Leão e Jô Maria – PE), “Como se comportar no Mercado Fonográfico: dicas práticas de como produzir e divulgar seu trabalho” (com Rodrigo Lariú – RJ) e “Toque no Brasil – Capacitação articulação e realização de turnês” (com Sérgio Ugeda – RJ).

Os lançamentos também compõem a programação do Encontro, tendo como espaço o Café Musical, no Sebrae. Entre os que vão acontecer este ano, “Um inventário luminoso ou um alumiário inventado: uma trajetória humana de musical formação” (Elvis de Azevedo Matos), “Ah, se eu tivesse asas!” (Maria Izaíra Silvino Moraes) e “Pessoal do Ceará: Hábitos e Campo Musical na década de 1970” (Pedro Rogério), todos estes lançamento da Universidade Federal do Ceará (UFC), com uma apresentação resumida sobre a Memória da Música Cearense, por Pedro Rogério.

Nos palcos da Feira

A música independente do Nordeste, Norte, Centro Oeste, Sudeste e Sul do Brasil estará nos palcos da 8ª Feira da Música, que receberá também uma representante da Argentina. São cerca de 60 atrações, que mostram ao público os mais diversos sons, do regional ao jazz, passando pelo rock, MPB, experimental, pop eletrônico e tantos outros novos sons que marcam a música que se faz hoje Brasil e mundo a fora. Na programação, grupos do Ceará, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Sergipe e São Paulo. Da Argentina, participa Los Cocineros, que mistura o humor com o rock, pop, bolero, tango e cumbia.

As comunidades na Feira

A integração com as comunidades dos bairros vem sendo uma ação constante da Feira da Música. Com atividades na Praia de Iracema e no Bom Jardim, a Feira integra moradores com a realização de oficinas preparatórias. Algumas capacitam para a realização de atividades durante o evento, como bartender, customização e roadies. Para os jovens de 12 a 17 anos da comunidade do Poço da Draga, a Feira vai promover uma oficina de grafitagem, que será realizada durante dez dias, no período que antecede o evento. Desta oficina vão participar dez jovens selecionados pela associação dos moradores, a AMPODRA, proporcionando a estes adolescentes a oportunidade de se expressarem por meio dessa arte. Durante a feira, esses artistas vão “grafitar” o muro da rua Almirante Jaceguay, esquina com a avenida Monsenhor Tabosa, que é o muro da ladeira na descida para o Centro Dragão do Mar.

Por se tratar de um evento que atrai uma população numerosa para seus diversos espaços, a Feira da Música terá este ano uma ação mais efetiva na questão ambiental, por meio da coleta seletiva de resíduos orgânicos e inorgânicos. Treinamentos e oficinas de reciclagem serão realizados, prioritariamente, com moradores das comunidades da Praia de Iracema e do Bom Jardim que, durante a Feira, vão trabalhar nos setores como limpeza e lanchonetes. O lixo inorgânico será direcionado para a Associação de Catadores do Jangurussu (ASCAJAN). O orgânico será destinado ao NEPPSA, projeto de extensão da Universidade Estadual do Ceará (UECE). Este é um projeto piloto desenvolvido na Feira da Música, em articulação com a SEMACE e o Grupo Especializado em Resíduos (GERE), e que poderá vir a ser implantado pelo Sebrae em outros eventos.

SERVIÇO

FEIRA DA MÚSICA 2009 – De 19 a 22 de agosto de 2009 em Fortaleza, Ceará. Informações: (85)3262.5011. www.feiramusica.com.br.

PROGRAMAÇÃO DE SHOWS

PRAÇA VERDE (CDMAC)

Palco Brasil Independente – A partir das 19h30

Dia 20

Encarne (CE)

Sambahempclube (CE)

Erika Machado (MG)

Soatá (DF)

Mestre Galo Preto (PE)****

Marku Ribas (MG)

Maracatu Estrela Brilhante de Igarassú (PE)

Dia 21

Ska Brothers (CE)

Anelis Assumpção (SP)

Los Cocineros (ARG)

A Roda (PE)

Sobrado 112 (RJ)

Chico Correa & Eletronic Band (PB)

Tambor de Crioula do Laborarte (MA)

Dia 22

Fulô da Aurora (CE)

Babilak Bah (MG)

Mamelo Sound System (SP)

Fê Paschoal (ES)

PALCO ROGACIANO LEITE (CDMAC)

Palco Instrumental Nordeste – A partir das 18h30

Dia 20

Orquestra Grupo Pão de Açúcar (CE)

Caninga Trio (RN)

Projeto Peixes (CE)

Kaoll e Lanny Gordin (SP)

Dia 21

Orquestra Cidade da Arte (CE)

Bas Cobis (SP)

Chega Chora (CE)

Fabrício Conde (MG)

Floresta Sonora (PA)

Dia 22

Alunos Oficinas de Braile

Cia Vidança (CE)

Saracotia (PE)

Arlequim Dourado (CE)

Octeto de Saxofones da EMUFRN (RN)

SESC SENAC IRACEMA

Palco Rock é Rock Mesmo – A partir das 19h

Dia 20

The Drunks Baby! (CE)

Conjunto Roque Moreira (PI)

Plástico Lunar (SE)

Sweet Fanny Adams (PE)

Trilobit (PR)

Dia 21

Porcas Borboletas (MG)

Neto Lobo e a Cacimba (BA)

Drive Sex (CE)

Os Poetas Elétricos (RN)

Roadsider (CE)

Malditas Ovelhas! (SP)

Dia 22

Volúpia (CE)

Nublado (PB)

Alegoria da Caverna (CE)

R.Sigma (RJ)

Dago Red (CE)

Gilbertos Come Bacon (DF)

CENTRO CULTURAL BNB

Palco da Diversidade – A partir das 12h

Dia 20

Êita Piula (PI)

Atomic Bomb Watcher (CE)

Marcos Maia Trio (CE)

Músicas Intermináveis para Viagem (RS)

Gunjah Reggae Band (PB)

Dia 21

Tutu com Ovo (ES)

Grupo de Flautas da UFC (CE)

Uro (CE)

Batuque Elétrico (PI)

Fred Martins (RJ)

Dia 22

Validuaté (PI)

Arsenal da Rima (CE)

Banda Tricor (RN)

Opanijé (BA)

SHOPPING SOLIDÁRIO BOM MIX

Palco Mix Brasil – A partir das 19h30min

Dia 21

Black Sonora (MG)

Fe Paschoal (ES)

Mamelo Sound System (SP)

Academia da Berlinda (PE)

Dia 22

Rosa Reis (MA)

Anelis Assumpção (SP)

Erika Machado (MG)

Soatá (DF)

31/07/2009

DÉGAGÉ

Assessoria de Imprensa

Jornalistas Responsáveis: Sônia Lage e Eugênia Nogueira

degage@degage.com.br / www.degage.com.br

(85)3252.5401 / 9989.5876 / 9989.3913

*Fonte: www.feiradamusica.com.br

--------

*A participação do Mestre Galo Preto na Feira da Música 2009 marca um novo momento em sua carreira, ele agora está voltando aos palcos do Brasil, levando o mais sofisticado Coco que temos na indústria fonográfica cultural mundial.

www.myspace.com/mestregalopreto

Visite: www.nacaocultural.pe.gov.br/mestregalopreto <--baixe nossas músicas aqui!.

Alexandre L'Omi L'Odò

alexandrelomilodo@gmail.com

Produção Mestre Galo Preto

Nenhum comentário:

Vídeos Negros nossos!!

Loading...

Quilombo Cultural Malunguinho

Quilombo Cultural Malunguinho
Entidade cultural da resistência negra pernambucana, luta e educação através da religião negra e indígena e da cultura afro-brasileira!